Notícias

Written on 30/11/-0001, 00:00 by abra_master
camara-dos-deputados-desarquiva-o-projeto-de-lei-n-512-2007-que-propoe-a-reintegracao-ao-emprego-dos-funcionarios-do-banco-do-brasil-demitidos-entre-1995-e-2002 O Projeto de Lei dos deputados Daniel Almeida - PCdoB/BA e Chico Lopes - PCdoB/CE, propõe a reintegração no emprego dos ex-empregados do Banco do Brasil que, no período entre 1995 e 2002, foram “despedidos ou dispensados do banco sem justa causa” ou “coagidos a pedir demissão do banco, inclusive por transferências arbitrárias”. Pela proposição, o retorno ao serviço dar-se-á no cargo anteriormente ocupado ou, quando for o caso, naquele resultante de eventual transformação, assegura também, com relação ao período compreendido entre as dispensas ou suspensões contratuais e a entrada em vigor da lei, o cômputo do tempo de serviço,...
46 0
Written on 30/11/-0001, 00:00 by abra_master
idosos-vao-a-justica-contra-reajustes-abusivos-em-planos-de-saude Brasília – A solução adotada por muitas pessoas a fim de garantir atendimento médico de qualidade a um custo acessível, os plano de saúde podem se transformar em pesadelo na fase da vida em que são mais necessários. É comum as operadoras que oferecem esse tipo de serviço aplicarem pesados reajustes para o segurado a partir dos 60 anos de idade, sob a alegação de que clientes nesta faixa etária usam a rede conveniada com mais frequência e dão mais despesas. A boa notícia é que a legislação brasileira e a jurisprudência recente coíbem aumentos abusivos.Com base na Lei n°11.765/2008,...
83 0
Written on 30/11/-0001, 00:00 by abra_master
a-braprev-alerta-associados-sobre-o-golpe-feito-por-telefone Alguns associados da ABRAPREV estão recebendo telefonemas que comunicam ganho de causa processual e pagamento de custas judiciais para o recebimento do valor ganho. O golpe está sendo aplicado por criminosos que estão utilizando o nome da ABRAPREV. Portando estamos alertando nossos associados sobre essas falsas ligações telefônicas que anunciam vitórias na justiça. O golpe começa com um telefonema de um suposto “advogado”, que se utiliza da complexidade da linguagem jurídica para enganar, dizendo que a vítima tem um benefício a receber. Alegam que isso se justifica em razão de uma ação ganha e portanto o associado deveria adiantar uma determinada...
92 0